Diretoria da ADUFRGS-Sindical debate questão sanitária do retorno presencial na UFRGS

Em reunião de diretoria na segunda-feira, 22, a ADUFRGS-Sindical recebeu virtualmente o professor Dário Frederico Pasche, representante do Sindicato no Comitê Covid da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a professora Ilma Simoni Brum da Silva, diretora do Instituto de Ciências Básicas da Saúde (ICBS/UFRGS), e a professora Juliana Petri Tavares, representante da Escola de Enfermagem da UFRGS. 

Os professores consultados falaram sobre as recomendações sanitárias para o retorno presencial na universidade, e apontaram a necessidade de uso de máscara adequada, distanciamento, ambientes arejados e passaporte vacinal. Recentemente a ADUFRGS emitiu nota criticando a omissão e a negligência da Reitoria quanto ao retorno. Veja aqui.

No dia 4 de novembro a Reitoria da UFRGS publicou a Portaria n. 5363, que prorroga a vigência das Portarias 2286 e 2291, ambas de 17 de março de 2020. O novo documento substitui a Portaria n. 5204, de 27 de outubro de 2021 e mantém a suspensão das atividades presenciais na Universidade até 30 de novembro.

Segundo a Reitoria, a modificação trazida pela Portaria n. 5363 em relação à 5204 se refere ao parágrafo 4º, em que deixa de constar que, para o início de atividades presenciais autorizadas, seja necessário considerar o fluxo para exames laboratoriais conforme definido nas "Diretrizes para o retorno restrito das atividades presenciais" e que os referidos exames sejam realizados no ICBS, mediante cadastramento.

Acesse a Portaria n. 5363 na íntegra.

Leia também:

Posição da ADUFRGS sobre o retorno presencial UFRGS

Ensino presencial na UFRGS: professores querem retorno com segurança sanitária

Passaporte vacinal: Reitoria da UFRGS não acata recomendação do Comitê Covid

Professores da UFRGS cobram que instituição apresente plano de retorno presencial

Veja mais sobre ensino presencial.



Comments powered by CComment

No thoughts on “Diretoria da ADUFRGS-Sindical debate questão sanitária do retorno presencial na UFRGS”