Desafios da classe trabalhadora é tema de encerramento de ciclo de debates da CUT

A ADUFRGS-Sindical acompanhou o Ciclo de Debates “Democracia e Direitos Humanos no Brasil”, promovido pela CUT desde segunda-feira, 6, até esta sexta-feira, 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, com a participação de sua diretora de Comunicação e do GT de Direitos Humanos do Sindicato, professora Sônia Mara Ogiba.

O evento encerrou com a mesa “Desafios da Classe Trabalhadora diante das constantes Violações de Direitos Humanos no governo de Jair Bolsonaro”. O debate contou com a participação de Jandyra Uehara, Secretaria de Políticas Sociais e Direitos Humanos da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Claudinei dos Santos, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Via Campesina, e Raimundo Bomfim, da Central dos Movimentos Populares (CMP). 

Além de realizar o ciclo de debates, a CUT emitiu nota sobre a data, onde denuncia “as graves violações de direitos humanos pelo governo Bolsonaro”. Para a entidade, fome, LGBTfobia, violência, perseguições e ataques à democracia são características do atual governo. Acesse a íntegra da nota aqui.

Direitos Humanos na ADUFRGS-Sindical

A ADUFRGS-Sindical está engajada na luta em combate à violência contra as mulheres e na defesa dos Direitos Humanos, e integra o Coletivo Vidas Negras da CUT e o Coletivo Estadual de Mulheres da CUT. 

A diretora de Comunicação da ADUFRGS-Sindical, professora Sônia Mara Ogiba, que integra os coletivos dos quais o Sindicato faz parte, destaca que sem direitos humanos não há democracia, e que não só é papel dos sindicatos defender esses direitos como a própria sindicalização é um direito humano. “Direitos Sindicais também são Direitos Humanos. Nem todos os países têm essa liberdade e não podemos deixar que isso aconteça no Brasil”, alerta a sindicalista.

Confira também:

 

Dia Internacional dos Direitos Humanos, celebrado em 10 de dezembro.

 

ADUFRGS-Sindical acompanha o terceiro dia do ciclo de debates da CUT sobre Direitos Humanos - A mesa teve como tema “Bolsonarismo e Milícias: origem e desenvolvimento de uma relação de aliança e cumplicidade”.  

 

ADUFRGS-Sindical está engajada na luta em combate à violência contra as mulheres e na defesa dos Direitos Humanos: Entrevista com a diretora de Comunicação Sônia Mara Ogiba.

Escute a entrevista no Podcast da ADUFRGS no Spotify: A diretora destaca a importância do combate ao racismo e à violência contra as mulheres. Também ressalta o papel da universidade pública na promoção dos direitos humanos.

 

Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher

A mobilização iniciada em 25 de novembro segue com uma campanha que culmina no Dia Internacional dos Direitos Humanos, em 10 de dezembro. A data é celebrada em razão da proclamação, no ano de 1948, da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em Paris. O documento reconhece que "a dignidade é inerente à pessoa humana e é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo".  

 

Novembro Negro na ADUFRGS-Sindical

Veja as ações do Sindicato durante o mês da Consciência Negra e confira os destaques da Série Personalidades Negras, que homenageou a trajetória de mulheres e homens que são referência na luta antirracista. 




Comments powered by CComment

No thoughts on “Desafios da classe trabalhadora é tema de encerramento de ciclo de debates da CUT ”