“Envelhecer com qualidade de vida é um desafio”, destacou a professora Adriane Teixeira durante Encontro com aposentados da ADUFRGS-Sindical

Na tarde de quarta-feira, 8, o Encontro com aposentados da ADUFRGS-Sindical trouxe o tema “UNAPI/UFRGS - envelhecimento, aprendizado e inclusão universitária”, que foi abordado pela professora Adriane Teixeira, do curso de Fonoaudiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

A live, transmitida ao vivo transmitida ao vivo pelo YouTube e Facebook, contou com a mediação da professora Rachel Fontoura, também da UFRGS. O encontro virtual é promovido pelo Núcleo de Multiatividades do sindicato, coordenado pela professora aposentada Graciela Quijano.

Na abertura, o vice-presidente do sindicato, Darci Campani, saudou o público com boas-vindas e enalteceu a importância do Encontro com aposentados, que acontece quinzenalmente. “Aproveito a oportunidade para pedir aos filiados/as que votem na eleição de delegados ao XVII Encontro Nacional do PROIFES-Federação até o dia 13 de junho. Nossa delegação gaúcha sempre foi uma das maiores e precisamos garantir a presença nesse debate nacional, que aponta os rumos da educação pública”, salientou.

A mediadora Rachel, que é professora aposentada do Colégio Aplicação da UFRGS, explicou o objetivo do Núcleo Multiatividades da ADUFRGS-Sindical. “Essa iniciativa do sindicato surgiu para oportunizar atividades aos colegas com mais de 60 anos de idade, que se aposentaram e sentiram a necessidade de ocupar seu tempo livre”, mencionou. “O acesso à informática é fundamental para os aposentados. A tecnologia nos ajudou a sobreviver nesta pandemia.”

Na ocasião, a professora Adriane trouxe a experiência da Universidade Aberta para Pessoas Idosas (UNAPI) na UFRGS. “Esse trabalho tem a finalidade de integrar o público idoso nas atividades desenvolvidas pela Universidade, promover a educação continuada e o convívio intergeracional, formar recursos humanos para atividades com pessoas idosas, além de integrar o ensino, pesquisa, extensão e tecnologia nas atividades propostas”, referiu.

De acordo com a palestrante, a UNAPI visa atender pessoas com mais de 60 anos, que saem do mercado de trabalho e desejam manter a qualidade de vida e a longevidade. “Observamos que o Brasil tem um número cada vez maior de idosos. Uma matéria publicada no jornal Correio do Povo, em 2018, informou que a população do RS vai diminuir e ter envelhecimento rápido. A previsão é de que até 2060, o Estado tenha 700 mil habitantes a menos, conforme projeções do IBGE”, comentou. “É esse público que queremos atingir com a UNAPI/UFRGS. Atendemos mais de 500 idosos de diferentes níveis de escolaridade em 2021 e até o final de 2022 pretendemos alcançar mais de 600 pessoas”, afirmou.  

Entre as atividades desenvolvidas pela UNAPI, Adriane citou a sessão de cinema, que ocorre no formato presencial na sala da Redenção. Ela falou ainda, sobre o tratamento e o preconceito das pessoas em relação aos idosos. “O envelhecimento deve ser vivido com qualidade e respeitado. Devemos trabalhar a valorização do idoso dentro das escolas”, concluiu.

Veja alguns comentários no chat do YouTube durante a live:

Graciela Quijano – “Muito bom mesmo, muitas ideias para nossos grupos de aposentados. Viva a UFRGS, viva a Universidade Publica!”

Ida Stumpf – “​Excelente apresentação. Parabéns!”

Mara Carneiro – “​Adriane, é importante também lembrar que o uso maior dos celulares permitiu que muito mais pessoas pudessem participar de nossas atividades on-line ​e, que, com as oficinas on-line, temos alunos de diversos locais, para além de Porto Alegre. ​O projeto de Cinema também passou a se vincular com a sala Redenção, permitindo o oferecimento de filmes com acesso gratuito, ampliando a participação.”

Denize Novais – “Eu fui aluna desse evento piloto, foi maravilhoso!”

Vanderlei Carraro – “Podemos pensar essas oficinas online para aposentados da ADUFRGS-Sindical.”

 

Comments powered by CComment

No thoughts on ““Envelhecer com qualidade de vida é um desafio”, destacou a professora Adriane Teixeira durante Encontro com aposentados da ADUFRGS-Sindical ”