Artigo na RED: Para que República? Por Jairo Bolter

Artigo na RED: Para que República? Por Jairo Bolter

Rede Estação Democracia destaca o artigo "Para que República?", do presidente da ADUFRGS-Sindical, Jairo Bolter.

Leia a publicação original no portal da RED aqui.

Para que República? Por Jairo Bolter*

Neste dia 15, comemoramos a Proclamação da República, e nós da ADUFRGS-Sindical daremos o melhor de nós para conservá-la.

Em uma República, o poder tem origem em um grupo de cidadãos que delega esse poder a um elemento designado Chefe de Estado ou Presidente da República. A eleição de um Presidente da República é feita através do voto direto dos cidadãos. No âmbito de uma república, a função de presidente é exercida durante um período de tempo limitado, sendo que só podem exercer durante um número também limitado de mandatos.

Mais do que nunca se faz necessária a união da república e da democracia. Enquanto a república é uma organização política que utiliza conceitos que vêm dos pensamentos democráticos, a democracia não é algo palpável, mas sim um conjunto de ideias que podem ou não ser aplicadas em regimes políticos.

Ocorre que para a democracia ser de fato democrática ela deve ser republicana para que se proporcione a boa política. Esta boa política se pratica quando reunimos os seguintes componentes: democracia, república, direito individual e o bem-estar comum.

Para pacificar o País é necessário ter a democracia como um estilo de vida, uma forma de viver, com seus conceitos para além da prática do campo político partidário. Para que o Brasil tome o caminho do desenvolvimento econômico e social é preciso que a sociedade trilhe o caminho da democracia. De uma República Democrática de Direito.

Para que República? Para que tenhamos um Brasil onde os cidadãos sejam educados para a democracia, na democracia. Sem esquecer o espírito republicano, que significa aprender a gostar da coisa pública, do bem comum social.

*Presidente da ADUFRGS-Sindical.

Comments powered by CComment

No thoughts on “Artigo na RED: Para que República? Por Jairo Bolter”