UFRGS orienta sobre retomada da exigência de prova de vida de aposentados e pensionistas

Calendário especifica prazos de comparecimento.

A prova de vida de aposentados e pensionistas do serviço público federal voltou a ser exigida a partir do dia 1º de julho, após ter ficado suspensa desde março de 2020 como medida de proteção diante da pandemia de covid-19. Conforme a Instrução Normativa SGP/SEDGG/ME nº 63, de 29 de junho de 2021 ,  quem não realizou a prova de vida em 2020 ou em 2021, desde a suspensão no ano passado até o dia 30 de junho deste ano deverá comprová-la em uma agência da rede bancária em que recebe o pagamento, conforme calendário abaixoou acessar o aplicativo SouGov.br para consultar a situação da comprovação de vida, o prazo para a sua realização e as orientações para realizá-la por meio de aplicativo móvel – apenas caso tenha biometria cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Aqueles que não realizarem a comprovação de vida até o final de julho de 2021 serão notificados, até 10 de agosto, para fazê-la no prazo de 30 dias, contados do recebimento da notificação. O prazo limite para realização da prova de vida é 30 de setembro de 2021, para os aposentados e pensionistas que não a fizeram durante o período da suspensão da sua exigência, ou seja, no período de janeiro de 2020 a junho de 2021. O mesmo prazo limite e as condições para comprovação de vida serão aplicados também para aqueles que tiveram o pagamento restabelecido por meio de solicitação no módulo de Requerimento do sistema Sigepe (tipo de Documento "Restabelecimento de Pagamento – Covid19") e ainda não realizaram a comprovação de vida durante o período de suspensão. Os beneficiários que estiverem com o pagamento suspenso também deverão realizar a comprovação.

Veja o calendário:

X