NA DEFESA DA AUTONOMIA E DA DEMOCRACIA NAS UNIVERSIDADES

horizontal

A nomeação de gestores que não obtiveram vitória nos Conselhos Universitários ou nem se quer passaram por processos eleitorais dentro da Comunidade Acadêmica, é uma afronta a nossa Constituição Federal, violando o Artigo 207, que determina a AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA. O atual contexto tem gerado situações de difícil governabilidade das instituições federais de ensino.

Talvez, inclusive, estejam sendo utilizadas como Cortina de Fumaça, para colocar nas Instituições seguidores que não questionem os cortes orçamentários em andamento nas IFES.

Neste sentido, a ADUFRGS-Sindical manifesta-se publicamente em Defesa das Estruturas Democraticamente Eleitas, em específico, as deliberações ocorridas recentemente no Conselho Universitário – CONSUN, da UFRGS, com relação à estrutura administrativa, bem como no que se refere à discussão de seu orçamento.

Somente com respeito à democracia construiremos uma Universidade Pública Forte, com Qualidade social e Excelência acadêmica.

Exigimos o respeito às deliberações do CONSUN da UFRGS.

 

ADUFRGS-Sindical