ADUFRGS, CPERS e SINPRO unem-se na luta para colocar professores no grupo prioritário de vacinação

Representantes da ADUFRGS, do CPERS e do SINPRO/RS reuniram-se nesta terça-feira, 17 de fevereiro, para construir a unidade na luta pela vacinação prioritária dos professores e professoras das universidades e das escolas. O objetivo é garantir a vacinação dos trabalhadores em educação e dos funcionários como pressuposto básico para a retomada das aulas presenciais, ainda mais neste momento em que o Rio Grande do Sul apresenta aumento nos índices de contaminação, elevação no número de mortes e circulação de novas variantes mais contagiosas da Covid-19.

As entidades entendem que a prática educacional também é uma atividade fundamental, assim como a saúde e a segurança. Por isso, professores devem ser incluídos nos grupos prioritários.

Além disso, as três entidades reforçam a necessidade de pressionar o governo para que a vacina chegue a toda a população brasileira. As condições das instituições para o retorno do ensino presencial, as diferenças entre os segmentos e as pautas de luta de cada entidade também foram abordadas na reunião.

em-defesa-vacina-adufrgs-card



Ver todos