ADUFRGS debate consulta para reitor da UFRGS

IMG_4901

A UFRGS promoveu nesta quarta-feira, 18 de dezembro, um debate com diversas entidades representativas de todos os segmentos universitários sobre o formato da consulta à comunidade acadêmica para as eleições da Reitoria. Na mesa do evento, o presidente da ADUFRGS, Lúcio Vieira, apresentou o resultado da consulta sobre o assunto feita aos associados do Sindicato. A maioria, 75%, decidiu pela manutenção da atual proporção definida em lei para o peso do voto: 70% para docentes e 30% para técnicos-administrativos e estudantes.
O presidente da ADUFRGS frisou que os sindicatos têm autonomia e liberdade para fazer essa discussão em cada um dos segmentos e que o momento político do país exige prudência. Veja o que ele declarou sobre o assunto:

Em sua manifestação ao microfone, o diretor de Assuntos Sindicais, Jairo Bolter, destacou que o tema das eleições é complexo e merece atenção da comunidade acadêmica. “Precisamos ampliar a discussão para possibilitar que mais colegas participem e não somente em períodos pré-eleitorais. A ADUFRGS defende o debate constante sobre a democracia”, concluiu.
Estavam representadas, além da ADUFRGS, a ANDIFES, o ANDES, a UNE, o DCE da UFRGS, a Associação dos Pós-Graduandos, a ATENS e a ASSUFRGS.
Legislação
O debate seguiu na parte da tarde com um painel sobre a “A percepção normativa” para a consulta para a Reitoria da UFRGS. Na mesa, o tema foi debatido pelo procurador-geral da UFRGS, Saulo Queiroz, o diretor da Faculdade de Direito, Danilo Knijnik, e o pró-reitor de Pós-Graduação, Celso Chaves. Os painelistas fizeram um resgate histórico sobre os sete processos de consulta para escolha de reitor da UFRGS e também debateram sobre o que versa a legislação e o estatuto da Universidade a respeito da eleição.
O vice-presidente da ADUFRGS, Darci Campani, lembrou que o sindicato divulgou há poucos meses uma série de reportagens sobre o tema, inaugurando a discussão. Campani argumenta que, para pensar o futuro, é importante conhecer o passado.
Assista ao vídeo:



Ver todos