Assédio moral é debatido em reunião entre ADUFRGS e UFCSPA

UFCSPA1Política de Combate ao Assédio é vista como necessária no ambiente acadêmico.

Na última terça-feira, 15, a diretoria da ADUFRGS se reuniu com a reitoria da UFCSPA em encontro virtual para tratar de assuntos referentes às condições de trabalho dos docentes. O principal tema discutido foi o assédio moral sofrido por professores por parte de alunos que, muitas vezes, pode ter consequências graves tanto ao trabalho docente quanto à saúde física e mental dos envolvidos.

Com o intuito de avançar em uma política de entendimento e bom convívio dentro da Universidade, houve consenso que eventuais problemas causados ao trabalho docente em função de assédio em seus encargos não devem ter consequências na progressão e promoção. Além disso, ficou definido que é necessário fomentar uma política de combate ao assédio dentro da comunidade universitária, visando contê-lo em todas as suas variações, seja vertical, horizontal, ascendente ou descendente.

A ADUFRGS estava representada pela 1ª secretária da entidade, Luciana Boose, pelo diretor de Assuntos da Carreira do Magistério Superior, César Vieira, e pelo diretor de Assuntos Jurídicos, Eduardo Silva. A vice-reitora, Jennifer Saffi, a pró-reitora de Gestão com Pessoas, Ana Vázquez, a pró-reitora de Graduação, Márcia Rosa da Costa, e a chefe de Gabinete, Isadora Farias Santos, participaram pela UFCSPA.



Ver todos