Diretoria da ADUFRGS-Sindical entrega documento ao reitor do IFRS sobre o retorno gradual das atividades presenciais

A proposta do sindicato reúne condições para garantir a segurança sanitária dos professores/as, estudantes e técnicos

Reunião_reitor IFRS_13_09_2021 (19)

Durante reunião presencial na tarde de segunda-feira, 13, a diretoria da ADUFRGS-Sindical entregou ao reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, Júlio Xandro Heck, um documento informando a decisão da assembleia dos professores do IFRS que se colocaram favoráveis à proposta da reitoria de retorno gradual das atividades presenciais, apontando também condições sanitárias necessárias para isso. O pró-reitor de Desenvolvimento Institucional do IFRS, Amilton Figueiredo também acompanhou a atividade.

Estiveram presentes o presidente da ADUFRGS-Sindical, Lúcio Vieira, e os diretores do sindicato, Eduardo Rolim, de Tesouraria, e Eduardo de Oliveira da Silva, de Assuntos Jurídicos. Os demais diretores/as do sindicato César Vieira, de Magistério Superior, Sônia Mara Ogiba, de Comunicação, Jairo Bolter, de Assuntos Sindicais, Maria de Lourdes Gomes, de Assuntos da Carreira do EBTT, participaram da reunião de forma remota.

Reunião_reitor IFRS_13_09_2021 (6)

Na ocasião, Lúcio Vieira manifestou a preocupação da ADUFRGS-Sindical com os procedimentos do IFRS para garantir as condições sanitárias aos professores/as, estudantes e técnicos. “Durante assembleia com professores, produzimos um documento reunindo aspectos importantes para o retorno seguro e gradual das atividades presenciais”, salientou.

Eduardo de Oliveira da Silva comentou sobre os resultados da assembleia realizada no dia 9 de setembro, que por unanimidade, aprovou o retorno das atividades presenciais no IFRS.  “Tivemos a oportunidade de ouvir as preocupações dos professores dos campi sobre essa retomada. A assembleia teve boa representatividade com a presença de associados de Alvorada, Bento Gonçalves, Feliz, Osório, Porto Alegre, Restinga e Rolante”, mencionou. “O processo de retorno gradual vai depender de cada campi e suas especificidades em relação às condições sanitárias, EPIs e planos de contingenciamento”, ressaltou.

Reunião_reitor IFRS_13_09_2021 (43)

O reitor do IFRS, Júlio Xandro Heck, destacou que a instituição exige o quadro vacinal completo com a aplicação da segunda dose mais 15 dias para o retorno das atividades presenciais. “Respeitamos a questão da territorialidade para que cada campi faça a sua avaliação. Nossa geografia abrange grande parte das cidades do Rio Grande do Sul. Desde fevereiro, cobramos dos prefeitos a prioridade para a vacinação dos professores em duas doses”, enfatizou.

Reunião_reitor IFRS_13_09_2021 (40)

Sobre a retomada do calendário acadêmico, o reitor citou a Resolução 15/202. Com base nela, algumas atividades presenciais laboratoriais têm sido realizadas em algumas localidades.

Júlio Heck também mencionou dois documentos emitidos pela reitoria com orientações para esse momento. Entre eles, o Ofício Circular n° 199/2021, que trata das recomendações para as atividades presenciais, que motivou a realização da assembleia dos professores/as do IFRS e a Portaria 376/2021, com recomendações do IFRS para organização das atividades desenvolvidas.



Ver todos