“Pomares caseiros: espécies e cultivos” foi tema do Encontro com aposentados da ADUFRGS-Sindical

paulo-freire

O professor do Departamento de Horticultura e Silvicultura de Faculdade de Agronomia da UFRGS, Paulo Vitor Dutra ministrou a palestra

Live 29 de julho (3)

Na edição da última quinta-feira, 29, o Encontro com aposentados da ADUFRGS-Sindical promovido em parceira com o Núcleo de Multiatividades trouxe o tema “Pomares caseiros: espécies e cultivos”. O evento virtual transmitido ao vivo pelos canais do YouTube do sindicato contou com a palestra do professor do Departamento de Horticultura e Silvicultura da Faculdade de Agronomia da UFRGS, Paulo Vitor Dutra de Souza. A mediação ficou a cargo do professor aposentado e coordenador do Núcleo Multiatividades, Otto Koller.

A abertura da Live foi feita pela diretora de Comunicação da ADUFRGS-Sindical, a professora Sônia Mara Ogiba. “Estimados e estimadas colegas associados e colegas aposentados é uma satisfação para a ADUFRGS-Sindical a realização de mais um encontro com aposentados, trazendo um tema importante que muito contribui para nossa alimentação saudável”. Um cuidado nosso para nós mesmos”, comentou. “No tema da live anterior debatemos o olhar de frente a morte e o luto e hoje olhamos de frente os benefícios dos pomares caseiros, espécies e cultivos”, referiu.Live 29 de julho (4)

Em sua explanação, o professor e palestrante Paulo Vitor forneceu orientações sobre os cuidados com os pomares caseiros. “A polinização tem grande importância no cultivo. É fundamental preparar o pré-plantio, ou seja, aplicar adubo e calcário três meses antes de plantar as mudas”, aconselhou. “Escolha sempre mudas de boa qualidade no mercado, livres de contaminação e doenças”, alertou.

Paulo Vitor valorizou a vegetação brasileira e local. “Precisamos dar valor ao que é nosso. Temos uma diversidade de frutas exóticas como a jabuticaba, a goiaba serrana, o butiá, que são riquíssimas em minerais e ótimas para a nossa saúde”, citou.

Live 29 de julho (2)

O professor fez um alerta para que se evite o uso de agrotóxicos. “Nunca aplique veneno no pomar caseiro! Cultive sua vegetação sem o uso de agrotóxicos”, sinalizou. “Outra dica é conhecer melhor a colheita, respeitando o ponto de maturação das espécies plantadas”, destacou.

Além dos pomares caseiros, Paulo Vitor falou sobre os pomares urbanos. “É possível plantas espécies de plantas e frutas dentro de vasos no pátio das casas e apartamentos. São os chamados jardins funcionais. As frutíferas compõem e valorizam o paisagismo nos ambientes”, mencionou.

O professor e mediador do encontro virtual Otto Koller fez uma apresentação de fotos com algumas espécies de plantas que cultiva no pátio de sua casa. “Depois que me aposentei como professor da Faculdade de Agronomia da UFRGS na área de Fruticultura me dediquei ao pomar caseiro. Comecei plantando flores e hoje tenho jabuticabeira, limão e outras espécies”, falou.

Otto comentou sobre os benefícios do pomar caseiro. “O cultivo de plantas frutíferas em terrenos de casas, ou em apartamentos é uma maneira prazerosa, de lazer e satisfação, que nos faculta produzir frutas sadias, de diversas espécies e variedades, livres de produtos prejudiciais à saúde, que podem ser colhidas e consumidas frescas, em sua plena maturação, ocasião em que são mais saborosas e nutritivas”, comentou. “O professor Paulo Vitor de Souza é dos mais qualificados para nos falar dessa importante atividade. Todos os anos ele organiza e coordena um curso de POMAR DOMÉSTICO, com duração de três dias”, completou.

Saiba mais sobre o palestrante e mediador

Paulo Vitor Dutra de Souza é engenheiro agrônomo, professor do Departamento de Horticultura e Silvicultura de Faculdade de Agronomia da UFRGS e vice-diretor desta Faculdade.

Otto Koller é professor aposentado da Faculdade de Agronomia da UFRGS.

 

Veja alguns comentários durante o chat do YouTube

Sonia Mara Moreira Ogiba – ​Boa tarde a todos e todas, bem vindos a mais uma live da ADUFRGS e do seu Nucleo de Multiatividades!

Clovis Lisboa – ​Boa tarde, tenho 69 anos e estou debutando com um pomar com a pandemia plantei 22 arvores frutíferas na minha cobertura em vasos.

Alice Maciel- ​Importantíssimo ter um pomar no seu pequeno terreno. Consegui, quando morava em casa, ter figo, kiwi, laranja, pera, lima, mamão, uva, laranja e bergamota. Agora luto para ter na praia algumas frutas.

Alice Maciel – ​Muito obrigada. Vou trocar a muda do limoeiro que só tem 1 ano, por siciliano e vou fazer essa composteira mais rústica! Valeu!

Clovis Lisboa- ​Muito obrigado professores

Graciela Quijano- ​Valeu, prof Otto e prof. Paulo, muita aprendizagem, obrigada.

Assista a live aqui.



Ver todos